25Setembro2017

Download Template for Joomla Full premium theme.

Deutschland online bookmaker http://artbetting.de/bet365/ 100% Bonus.

Online bookmaker bet365

Obras da UPA/SAMU de São Joaquim da Barra segue em pleno andamento


Prefeito Marcelo Mian esteve na manhã desta segunda-feira, 21 de julho, vistoriando as obras.

Na manhã desta segunda-feira, 21 de julho, o prefeito Marcelo de Paula Mian, de São Joaquim da Barra, esteve vistoriando as obras de construção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24h) e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU/192), que estão sendo construídos na Avenida Governador Orestes Quércia, defronte a Biblioteca Municipal “Doutor Carlos de Rezende Enout” – Estação do Saber. As obras que tem como projetista e urbanista Rosângela Guaraciaba com o total de 1.433,92 metros quadrados de área construída, sendo: 1.250,00 metros quadrados o prédio da UPA e 183,92 metros quadrados do SAMU, estão sendo gerenciadas pelo mestre de Obras Amarildo, que está orçada no valor de R$ 1.433.033,33, com prazo de conclusão para o final do mês de novembro/2014.

A UPA/SAMU foi conquistada junto ao Governo Federal, através do Ministério da Saúde, no valor de R$ 1.400.000,00 e a contrapartida de R$ 33.033,33 da Prefeitura Municipal, que vai atender 24 horas.

O prédio da UPA 24h e do SAMU/1921terão: posto policial, sala de risco, sala de atendimento social, consultórios, sanitários (masculino/feminino e com acessibilidade), recepção, sala de Radiografia, sala de sutura e curativos, sala de inalação, quartos (masculino e feminino) de observação, sala de gesso, entre outros espaços físicos.

“A UPA 24h está inserida na rede Saúde Toda Hora, que está reorganizando o atendimento de urgência e emergência dos hospitais do SUS. A rede integra, além dos hospitais, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU/192), que organiza o fluxo de atendimento e encaminha o paciente ao serviço de saúde adequado à situação”, destaca o prefeito Marcelo Mian.

Na UPA 24h, o paciente é avaliado de acordo com a classificação de risco, podendo ser liberado ou permanecer em observação por até 24 horas, ou se necessário, ser removido para um hospital de referência.